Basílica da Penha na Zona Leste de São Paulo

Compartilhe:

A Basílica da Penha – ou Igreja de Nossa Senhora da Penha de França – tem um pouco da sua história ligada à criação do bairro que fica na Zona Leste de São Paulo. Conheça um pouco das curiosidades e por que fomos visitá-la.

História da Basílica da Penha ou da Criação do Bairro da Penha

Muitos dos moradores do bairro afirmam que sua criação se iniciou com um viajante francês no ano de 1600. Ele estava fazendo uma viagem de São Paulo ao Rio de Janeiro e trazia sempre junto uma imagem de Nossa Senhora de sua terra natal. À noite, montou acampamento no alto da colina na região onde hoje é o bairro da Penha.

 Ao continuar sua caminhada, percebeu que estava sem a imagem que sempre carregava, voltou e a encontrou no local onde tinha dormido. Prosseguiu viagem e no meio do caminho notou novamente que estava sem a imagem, e ao voltar encontrou-a no mesmo local que a noite anterior. Acreditando ser essa uma mensagem, chegou a conclusão que ali deveria ser erguida uma igreja em homenagem à Nossa Senhora.

Interior da Basílica da Penha em São Paulo

Se você perguntar aos moradores mais antigos do bairro, essa será com certeza a história que eles contarão. A imagem original da Virgem, em madeira, foi preservada e está hoje protegida no altar da Basílica, construída entre 1957 e 1967 a alguns metros da primeira igreja erguida.

Foto Externa Lateral da Basílica da Penha em São Paulo

Mas o que nos levou até a Basílica da Penha?

Apesar de sua história, a Basílica da Penha não atrai um grande público e nem é uma atração turística. Possui uma bela arquitetura, mas não é tão procurada turisticamente por esse motivo.

Na ocasião, estávamos fazendo um Tour pelo Subterrâneo de São Paulo, e essa basílica possui algo bem… hum.. interessante em seu subsolo: uma dos maiores ossários de São Paulo.

Altar no Ossário da Basílica da Penha em São Paulo

Pois é, fomos ver gente morta. Em nossa defesa, fomos por questões didáticas e históricas mesmo.  Esse foi um dos primeiros e é um dos maiores ossários de São Paulo.

Aos fundos da Basílica e ao lado direito do altar, você encontra uma escada que irá te levar para o subsolo onde o ossário se encontra. Em alguns momentos ele chega a parecer um pequeno labirinto, com seus corredores apertados e curvos.

Ossário da Basílica da Penha em São Paulo

Toda Segunda-Feira as 15:00 ocorrem missas dentro do Ossário. Se você der sorte, ainda encontrará alguém da administração da igreja que pode te dar algumas informações e contar algumas histórias a respeito do local.

Existem algumas curiosidades sobre alguns dos “moradores” do local, como um dos primeiros a ser levado ainda estar ali, por exemplo.

A Basílica da Penha está aberta diariamente, mas as missas ocorrem em horários e locais específicos na região. Confira neste link os horários.

Há uma placa afixada na parte de fora bem curiosa sobre a presença de Don Pedro à Basílida da Penha alguns dias antes de proclamar a independência do Brasil.

Placa de Don Pedro na Basílica da Penha em São Paulo

Afinal de contas, a visita teve um pouco de seu lado cultural e histórico também. Conhecemos sobre a origem do bairro, sobre a criação da Basílica da Penha, visitamos o subterrâneo da basílica e conhecemos um pouco do contexto histórico da nossa independência.

Faça sua Viagem com o nosso Blog e com nossos parceiros Você não paga nada mais por isso. Pelo contrário, algumas parcerias oferecem descontos e ótimas ofertas. E você ainda ajuda o blog a continuar postando conteúdo de qualidade.

Compartilhe:

Comente com o Facebook

Comente com o Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *