Cripta da Catedral da Sé no Centro de São Paulo

Compartilhe:

Sabia que é possível conhecer a Cripta da Catedral da Sé? É um passeio bem barato, com muita informação e história. Além disso, fica dentro de um dos mais imponentes e bonitos prédios do Centro de São Paulo.

Você pode conferir o post que falamos apenas sobre uma visita à Catedral da Sé clicando no link.

cripta da catedral da sé centro sao paulo

A Cripta da Catedral da Sé fica embaixo do altar principal da catedral e está aberta ao público para visitação monitorada.

Inaugurada em 1919, possui ao todo 30 câmaras mortuárias, mas apenas 17 estão de fato ocupadas.  As demais estão ali vazias, aguardando seus futuros “hóspedes”. Soa um pouco fúnebre, mas o local é a morada final de Bispos e Arcebispos de São Paulo desde 1748. Ela é dedicada exclusivamente à eles, mas algumas outras figuras famosas possuem um lugar reservado no local.

Dentre as mais famosas e mais procuradas pelo público para fotos, estão as do Cacique Tibiriçá, do Regente Feijó e do Padre Bartolomeu Lourenço de Gusmão. Todos figuras históricas do Brasil e principalmente de São Paulo. Apesar desses últimos não serem bispos ou arcebispos, tiveram sua importância no cenário histórico e religioso de São Paulo, como o Cacique Tibiriçá, por exemplo, Primeiro cidadão de Piratininga, e primeiro índio a ser catequizado na Cidade.

cripta da catedral da sé indio tibiriça

Curiosidades

Algumas curiosidades sobre a Cripta da Catedral da Sé:

  • Fica abaixo do altar-mor da Catedral da Sé;
  • Seu teto foi projetado para ser parecido com o da catedral;
  • A decoração e estátuas são feitas toda em mármore carrara;
  • Todas as lápides possuem inscrições em Latin – a língua oficial da Igreja.

Mostra

Existe dentro dela uma mostra sobre os “Itens da Crucificação de Cristo”, onde réplicas de chicotes, pregos, lanças e até da coroa de espinhos estão ali para o público ver. Sem contar uma réplica em tamanho real do Santo Sudário.

cripta da catedral da sé santo sudário
Réplica em tamanho real do Santo Sudário

O único item original, que não é uma réplica, é uma moeda autêntica, datada de 59-62 AC. Além disso, duas criptas estão abertas e vazias para que o público possa ver como ela é por dentro.

cripta da catedral da se altar
Altar onde Missas São Celebradas dentro da Cripta da Catedral da Sé

Entrada

As visitas monitoradas à Cripta da Catedral da Sé ocorrem nos seguintes horários:

Segunda à Sexta das 9h às 11h30 e das 13h às 17h30. Aos Sábados, Domingos e feriados  das 9h às 11h30 e das 13h às  15h.

O valor do ingresso é de R$ 7,00 e a visita dura em torno de 30 minutos. Apesar de não ter um tempo de permanência estipulado, essa é a média que você irá gastar lá, pois não tem muito mais o que ver além disso.

Além disso, toda Segunda-Feira às 9:00 eles oferecem uma missa na Cripta. A entrada é grátis e quem participa da missa pode ficar para a visita. Por ser pequena, podem limitar a quantidade de pessoas.

Resumo

A visita monitorada à Cripta da Catedral da Sé é bem rápida, e os monitores explicam todos os detalhes e a história por trás de cada pessoa ali. O interessante é que eles também oferecem o “tour” em inglês.

Vale a pena pelo tempo necessário para a visitação, que é bem curto, e pela bagagem histórica. Sem contar a arquitetura do local.

Faça sua Viagem com o nosso Blog e com nossos parceiros Você não paga nada mais por isso. Pelo contrário, algumas parcerias oferecem descontos e ótimas ofertas. E você ainda ajuda o blog a continuar postando conteúdo de qualidade.

Compartilhe:

Comente com o Facebook

Comente com o Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *